O rodeio de Americana teve inicio em 1987, através da parceria entre o CCA – Clube dos Cavaleiros de Americana – e Zé do Prato, o maior locutor de rodeios do Brasil. A ideia da festa surgiu durante uma romaria à Bom Jesus de Pirapora. E o primeiro rodeio de Americana aconteceu no recinto da Fidam – Feira Industrial de Americana – no coração da cidade.

 

O evento, que começou com público de pouco mais de 25 mil pessoas, hoje atrai multidão superior a 400 mil pessoas. A festa ganha destaque pelas inovações tecnológicas, shows da atualidade e demais atrações, além de diversos prêmios, Americana é eleita a melhor festa do Brasil.

Depois de 30 anos, Americana não terá mais o seu tradicional Desfile de Cavaleiros que antecede à Festa do Peão Boiadeiro, segundo maior evento do gênero em todo o Brasil. A decisão, reafirmada na noite desta Quinta feira (23/2) por Beto Lahr, presidente do Clube dos Cavaleiros, foi tomada desde o último desfile, em junho de 2016, devido aos problemas de segurança perto de rodovias, uma vez que, depois do evento, milhares de pessoas se confraternizam com churrasco e bebida no recinto oficial. “Nossa festa tem seis veterinários com todos os exames necessários. Importante é que multidões gostam e vão ao nosso rodeio, que é seguro e de muita qualidade”, frisou Beto Lahr.

O sucesso e a energia da Festa do Peão de Americana foram reconhecidos pelas comunidades country.
Americana vem sendo eleita consecutivamente a Maior e a Melhor Festa do Peão do Brasil através do Troféu Arena de Ouro.

 

A Festa também acumula outros dois títulos: Melhor Rodeio de Público e Melhor Comissão Organizadora.

 

Os títulos foram conquistados por unanimidade em votação de eleitores da Revista Rodeio Country, locutores, tropeiros, competidores, juízes de rodeio e comissões organizadoras de eventos do gênero.

 

Títulos conquistados:
Melhor Festa do Peão do Brasil
Maior Rodeio de Público
Melhor comissão Organizadora
Por tudo isso, Americana é uma Festa Campeã!

Arildo Santarosa – Tesouraria e camarotes
Bertinho Gallo – Diretor de montagem
Victor Faé – Diretor de estacionamento
João Frizzo – Diretor do rodeio
Cal Lahr – Responsável pelo acesso de artistas
Roberto Mosna – Responsável pelo acesso de serviço